Abono salarial e PIS são a mesma coisa?

Abono salarial e PIS são a mesma coisa?
Rate this post

abono salarial 2019

O que é Abono salarial

 Você sabe o que é o abono salarial? Trata-se de um benefício do Governo Federal pago a alguns trabalhadores, que devem se enquadrar dentro de alguns critérios.

O abono pode chegar ao valor de um salário mínimo cheio. É um bom dinheiro, que, contudo, muitas vezes sequer é sacado pelas pessoas que têm direito ao benefício.

Daí a importância de se discutir e divulgar informações a respeito. Comecemos por quem são as pessoas qualificadas para recebimento de abono salarial.

Os requisitos para que se tenha direito ao abono salarial são (i) ter tirado a Carteira de Trabalho há, pelo menos, 5 anos; (ii) não ter salário maior do que o teto estabelecido de 2 salários mínimos; (iii) ter trabalhado, no mínimo, por 30 dias, seguidos ou não, no ano-base computado para o benefício; (iv) ter os dados corretos e atualizados junta à Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).


Lembrando que agora você pode consultar se tem direito ao benefício e qual o valor devido no site da Caixa Econômica Federal ou pelo aplicativo Caixa Trabalhador.

Fique de olho no calendário dos depósitos, consultando também o site do Ministério do Trabalho. O dinheiro pode ser retirado em caixas eletrônicas, casas lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui, através do uso do Cartão do Cidadão.

Ou, ainda, o benefício pode ser retirado em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação e número do PIS.

O que é PIS

E é aqui que precisamos definir o que é o PIS. O Programa de Integração Social, instituído em lei complementar de 1970, é uma contribuição tributária com vocação social, destinada ao financiamento de benefícios como o seguro-desemprego, participação na receita de órgãos e entidades (tanto empresas públicas quanto privadas) e, é claro, o abono salarial.

A princípio, o PIS era destinado a trabalhadores de empresas privadas sob o regime da CLT. Administrado pelo Ministério da Fazenda, os valores são pagos pela Caixa Econômica Federal.

O PIS guarda diversas semelhanças com outros tributos, como COFINS e PASEP, sendo que é muitas vezes agrupado com este último na sigla PIS/PASEP.

Quanto ao COFINS, ocorre que tanto o PIS quanto este tributo são sujeitos a 2 regimes diferentes, a saber, cumulativo (alíquota de 0,65%) e não cumulativo (alíquota de 1,65%).

Além disso, o PIS também funciona, em certas situações, como um cadastro, sendo que os trabalhadores inscritos, e que cumpram os requisitos mencionados, têm direito ao recebimento do abono salarial, mediante apresentação do número do cadastro do PIS.

Diferenças entre PIS e Abono

 Quais são, portanto, as principais diferenças entre uma coisa e outra? Em primeiro lugar, é importante diferenciar os 2, que não se confundem em momento algum.

Apenas os trabalhadores registrados até o ano de 1988 têm direito ao saque dos rendimentos do PIS. Contudo, com o cadastro no PIS e o preenchimento de outros requisitos, o trabalhador pode usar o número desse registro para poder sacar os valores referentes ao abono salarial.

Portanto, ainda que sejam coisas diferentes, você precisa do PIS para ter direito ao abono salarial.

Deixe uma Resposta