Novos descontos INSS: O que muda?

A Reforma da Previdência trouxe mudanças para a vida do trabalhador que, a partir de 2020, deverão receber novos descontos do INSS.

Os brasileiros com carteira assinada irão enfrentar a mudança do cálculo da contribuição com o INSS, o que irá afetar de forma direta os seus salários.

É importante ressaltar que os reajustes no cálculo da contribuição com a previdência dos trabalhadores são feitos de acordo com a inflação de 2019, alterando os resultados totais dos salários dos brasileiros.


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é o órgão responsável pelo cálculo dos novos descontos, que irão determinar os valores a serem descontados do salário do trabalhador para a contribuição com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

As alterações nos descontos acontecem anualmente, levando em conta a inflação no ano anterior. Dessa forma, o total a ser descontado do trabalhador muda em decorrência da economia do país.

Com a Reforma da Previdência, a partir de março de 2020, os novos valores deverão ser deduzidos da renda mensal do cidadão brasileiro.

Mas, quais são estes valores e como os novos descontos do INSS podem afetar o trabalhador?

Novos descontos do INSS 2020

Com as novas regras de descontos para a contribuição com o INSS, a porcentagem de dedução do salário do brasileiro varia de acordo com o valor que é recebido.

Assim, quem recebe cerca de R$ 1.800,00 deve contribuir com 8% do salário líquido junto ao INSS, enquanto aqueles que ganham cerca de R$ 3.000,00 ao mês devem contribuir com 11% da renda.

O reajuste na tabela utilizada para calcular a contribuição com o INSS passou a ser de 4,48%, o que equivale à inflação do ano anterior – nesse caso de 2019.

Em 2020, portanto, o trabalhador deverá contribuir segundo as novas regras, aplicando os novos descontos do INSS.

Na média, os trabalhadores que recebem até R$ 3.000,00 sofrerão com a dedução de cerca de R$ 45 na renda mensal líquida.

Como você já deve saber, as cobranças do INSS são obrigatórias e feitas, geralmente, pela própria empresa, para garantir o direito de aposentadoria e seguridade social do trabalhador.

Além disso, a contribuição com o INSS garante auxílio-doença ao funcionário, bem como salário maternidade, auxílio acidente e muito mais.

Portanto, para garantir os direitos do trabalhador é necessário cumprir corretamente com a contribuição mensal, a fim de assegurar a seguridade social dos brasileiros que trabalham com carteira assinada.


Demais reduções salariais

O trabalhador deve comprimir com outras reduções, além do INSS, como por exemplo o Imposto de Renda.

Com as novas regras, o cidadão que receber até R$ 1.903,98 estará isento da taxa de cobrança do Imposto de Renda.

Vale ressaltar que desde 2015 a tabela do Imposto de Renda não vem sendo atualizada, permanecendo a mesma desde abril do mesmo ano.

No salário do trabalhador, além do desconto da contribuição com o INSS, são feitos abatimentos referentes aos benefícios oferecidos pela empresa, como vale-transporte, vale-refeição, auxílio médico, entre outros.

Além disso, faltas não justificadas e contribuição sindical também são descontadas do salário. Por isso, fique de olho nas deduções na sua folha de pagamento!

Novos valores INSS 2020

De janeiro a fevereiro de 2020, a tabela utilizada para cálculo do desconto do INSS ainda é a de 2019. No entanto, a partir de 29 de fevereiro os novos descontos do INSS serão válidos.

Segundo o INPC, as faixas salariais que são utilizadas como referência para o cálculo e a aplicação de descontos aos salários dos trabalhadores foram reajustadas, a fim de resultar no valor a ser descontado no ano de 2020.

Veja a seguir a tabela com os valores dos novos descontos do INSS:

Salário (em R$)  Valor da contribuição previdenciária (em R$)  Valor do imposto de renda (em R$) Salário final (em R$)
                                         1.039                            83,12                       –               955,88
                                         1.200                            96,00                       –            1.104,00
                                         1.400                          112,00                       –            1.288,00
                                         1.600                          128,00                       –            1.472,00
                                         1.800                          144,00                       –            1.656,00
                                         2.000                          180,00                       –            1.820,00
                                         2.200                          198,00                  7,35            1.994,65
                                         2.400                          216,00                21,00            2.163,00
                                         2.600                          234,00                34,65            2.331,35
                                         2.800                          252,00                48,30            2.499,70
                                         3.000                          270,00                61,95            2.668,05
                                         3.200                          352,00                72,40            2.775,60
                                         3.400                          374,00                99,10            2.926,90
                                         3.600                          396,00             125,80            3.078,20
                                         3.800                          418,00             152,50            3.229,50
                                         4.000                          440,00             179,20            3.380,80
                                         4.200                          462,00             205,90            3.532,10
                                         4.400                          484,00             244,97            3.671,03
                                         4.600                          506,00             285,02            3.808,98
                                         4.800                          528,00             325,07            3.946,93
                                         5.000                          550,00             365,12            4.084,88
                                         5.200                          572,00             405,17            4.222,83
                                         5.400                          594,00             452,29            4.353,71
                                         5.600                          616,00             501,24            4.482,76
                                         5.800                          638,00             550,19            4.611,81
                                         6.000                          660,00             599,14            4.740,86
                                         6.200                          671,11             651,08            4.877,81
                                         6.400                          671,11             706,08            5.022,81
                                         6.600                          671,11             761,08            5.167,81
                                         6.800                          671,11             816,08            5.312,81
                                         7.000                          671,11             871,08            5.457,81
                                         7.200                          671,11             926,08            5.602,81
                                         7.400                          671,11             981,08            5.747,81
                                         7.600                          671,11          1.036,08            5.892,81
                                         7.800                          671,11          1.091,08            6.037,81
                                         8.000                          671,11          1.146,08            6.182,81
                                         8.200                          671,11          1.201,08            6.327,81
                                         8.400                          671,11          1.256,08            6.472,81
                                         8.600                          671,11          1.311,08            6.617,81
                                         8.800                          671,11          1.366,08            6.762,81
                                         9.000                          671,11          1.421,08            6.907,81
                                         9.200                          671,11          1.476,08            7.052,81
                                         9.400                          671,11          1.531,08            7.197,81
                                         9.600                          671,11          1.586,08            7.342,81
                                         9.800                          671,11          1.641,08            7.487,81
                                      10.000                          671,11          1.696,08            7.632,81

 

Alíquotas para janeiro e fevereiro de 2020

Nos dois primeiros meses do ano de 2020, os valores deduzidos dos salário dos trabalhadores foi o mesmo aplicado no ano anterior.

No entanto, com os novos descontos do INSS, a partir de março os valores serão alterados, sendo considerada, então, a tabela de 2020.

Em 2019, os descontos eram os seguintes:

  • Trabalhadores que recebem até R$ 1.830,29 contribuem com 8% ao INSS;
  • Trabalhadores que recebem entre R$ 1.830,29 e R$ 3.050,52 contribuem com 9% ao INSS;
  • Trabalhadores que recebem entre R$ 3.050,52 e R$ 6.101,06 contribuem com 11% ao INSS.

A partir de março de 2020

Com os novos descontos do INSS, a partir de março de 2020 o valor das contribuições do INSS serão alterados e a diferença será apenas percebida depois dos pagamentos de abril.

Veja como os novos descontos do INSS serão feitos:

  • 7,5% para quem recebe até um salário mínimo;
  • 9% para quem recebe mais de um salário mínimo até R$ 2.089,60;
  • 12% para quem recebe de R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40;
  • 14% para quem recebe de R$ 3.134,41 até R$ 6.101,06.

Os novos descontos do INSS deverão ser aplicados até março de 2020.

Tem mais alguma dúvida a respeito da mudança no desconto do INSS? Se você precisar fazer um agendamento no INSS isso pode ser efetuado via telefone. Se precisar de mais alguma informação é só deixar aqui nos comentários.